Brasil e Reino Unido farão força tarefa por infraestrutura

Brasil e Reino Unido farão força tarefa por infraestrutura

Obras de infraestrutura: será criada uma força tarefa com representantes privados e públicos dos dois países, que deverá se reunir no mínimo duas vezes no ano

Exame

Brasília – O Ministério da Fazenda brasileiro e das Finanças do Reino Unidodivulgaram nota conjunta sobre o encontro entre representantes das duas pastas em Londres (Inglaterra), ocorrido nesta quinta-feira, 29.
De acordo com o texto, a reunião visou estreitar a cooperação econômica e financeira para aumentar o comércio e o investimento entre os países.
A nota afirma que os dois países colaborarão com a prospecção de financiamentos para infraestrutura, em especial com relação à emissão de títulos soberanos ou quase soberanos para financiar projetos de infraestrutura no Brasil.
“Acordamos incrementar a cooperação para melhorar o ambiente comercial para a provisão de infraestrutura e para incentivar os investimentos privados no setor”, afirma o texto.
Será criada uma força tarefa com representantes privados e públicos dos dois países, que deverá se reunir no mínimo duas vezes no ano.
Entre os objetivos listados para o grupo estão o incentivo ao aumento da concorrência e maior abertura em processos de licitação de infraestrutura no Brasil e maiores investimentos do Reino Unido no setor e de investimentos brasileiros no Reino Unido.
“O Brasil e o Reino Unido também desejam de comum acordo colaborar, mediante programas recíprocos de treinamento e assessoria, para as Parcerias Público-Privadas, o financiamento e a provisão de infraestrutura em apoio ao desenvolvimento desse setor no Brasil”, acrescenta.
Também serão mantidos diálogos em temas como legislação, desenvolvimento do mercado de capitais e fomento ao setor de seguros e resseguros e serão formados grupos de trabalhos específicos para debater cada um dos temas.
Os dois países reiteraram o compromisso de apoio às negociações para um acordo entre o Mercosul e a União Europeia e de colaborar para fixar a data da troca de ofertas entre os dois blocos.
Riscos
Na nota, os dois países afirmam que o crescimento global se situa aquém das expectativas. “Compartilhamos o sentimento de preocupação em relação ao aumento dos riscos no cenário econômico mundial”, afirmam.
Segundo o texto, foram discutidos desafios comuns para o crescimento sustentável no longo prazo e ambos concordam com a importância de reformas estruturais, “juntamente com políticas fiscais críveis”, para incentivar a produtividade crescente e melhorias de padrão de vida.
Brasil e o Reino Unido continuarão a apoiar o importante papel do G20 na condição de principal fórum para a cooperação econômica internacional, e trabalharão em conjunto para o sucesso da Cúpula de Antalya do G20“, completa a nota.
Além disso, os dois países acordaram estreitar cooperação sobre medidas contra a sonegação e evasão de impostos. “Ambos os lados reafirmam seu compromisso com o G20, de forma a introduzir um único padrão global acerca do intercâmbio automático de informações tributárias“.
Os dois países também se comprometeram a trabalhar em conjunto para divulgar as experiências que tiveram como anfitriões de jogos olímpicos.
O diálogo desta data marcou uma mudança significativa na relação econômica e financeira Brasil-Reino Unido, e temos certeza de que servirá de base para uma cooperação mais estreita nos anos vindouros. Estamos dispostos a trabalhar com afinco para garantir a consecução de nossos compromissos e vislumbramos com otimismo a próxima rodada de diálogo, em 2016“, conclui a nota.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s